Este é o Miscelânea, por Júlio Lucas

English French German Spain Italian Dutch Russian Hindi Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
Translator By Ferramentas Blog

quinta-feira, 17 de novembro de 2011

O Dia do Gato Preto e algumas considerações sobre as razões das superstições

Em busca de algumas curiosidades para postar aqui, depois deste hiato (esta palavra tá na moda, que o digam Los Hermanos que estão saindo de um), encontrei no site http://www.vocesabia.net algumas boas sugestões para executar o ctrl c / ctrl v, devidamente creditadas. 
Na pesquisa também descobri que 17 de novembro é o “Dia do Gato Preto”. Data escolhida por uma organização italiana de defesa dos animais para, sob o lema “Todos juntos contra a superstição” defender os felinos de perseguições e promover adoções. Façamos então nossa parte aqui no Miscelânea.

Como superstições sempre mexem com nossa imaginação resolvi optar pelo artigo sobre este tema. "Entrar numa casa nova com o pé direito. Bater na madeira para neutralizar o azar. Não passar por baixo de uma escada. Muitas superstições fazem parte do cotidiano das pessoas. Dizem até que nós, brasileiros, somos um dos povos mais supersticiosos do mundo. Uma pessoa supersticiosa acredita em qualquer coisa que lhe dizem, crê em fatos sem fundamento real e segue conselhos criados pela crendice popular. E você? Você é supersticioso? Veja abaixo algumas superstições e faça uma autoavaliação."
Não resisti, fiz a autoavaliação sugerida. E fui além, numa especie de análise com as respectivas observações sobre alguns dos tópicos apresentados. Essas crendices populares que raramente conseguimos resistir à tentação de acreditar nelas.


Devemos sair e entrar em qualquer lugar, sempre com o pé direito, para evitar o azar. 
Principalmente porque planejar o pé que vamos colocar à frente evita tropeços.

Cruzar com um gato preto é azar na certa. 
Principalmente se for no meio da noite com pouca luz. Corremos o risco de tropeçar no bichano e ainda tomar uma mordida.Isso é que é azar.

Nunca devemos passar por debaixo de uma escada. Atrai a má sorte, com certeza.
Sem dúvida, o risco de cair um balde de tinta, um pincel, ou mesmo o pintor com escada e tudo em sua cabeça é matematicamente mais elevado que você passar bem distante da escada. 


Para mandar uma visita chata embora, é só deixar uma vassoura de cabeça para baixo atrás da porta. 
Ela certamente não vai demorar, principalmente se conhecer a simpatia e perceber o que foi feito. 

Crianças que montarem em vassouras serão infelizes. 
Certamente, no caso delas preferirem a vassoura como ferramenta de profissão, em vez de brincar de médico, presidente, industriário, jornalista (ops, neste caso, nem tanto). 

Varrer a casa à noite acaba com a tranquilidade doméstica.
Com certeza, se tiver gente querendo dormir e sofrer de alergia a poeira.

Quem passar por debaixo do arco-íris muda de sexo.
Mais fácil que conseguir este feito deve ser passar por uma cirurgia de redesignação sexual. 

Sua mão esquerda está coçando? Você vai receber um bom dinheiro extra. Se por acaso a mão que estiver coçando for a direita, tome cuidado: é provável que perca uma grande quantia. Coceira na sola do pé significa viagem ao exterior.
Mas é bom lembrar de procurar um dermatologista, pode ser também uma micose.

Viu uma estrela cadente correr no céu? Faça um pedido, que ele vai se realizar, sem nenhuma dúvida.
Mas tem que elaborar o pedido antes que a estrela desapareça. Se conseguir este feito você merece tudo de bom com essa velocidade de raciocínio.

Um Buda é bom para atrair dinheiro. Mas ele tem que ficar em cima da geladeira e em cima de um prato cheio de moedas.
Sempre que precisar de uns trocados ele vai estar lá à disposição.

Quebrou um espelho? Vêm aí sete anos de má sorte. Ficar se admirando num espelho quebrado é ainda pior. É quebrar a própria alma. 
O ministério do bom senso adverte: O risco de acidente é muito grande quando mantemos espelhos e vidros quebrados em nossa casa.

Se o seu copo estiver com alguma bebida alcoólica, não brinde com ninguém cujo copo contenha bebida sem álcool. Vocês estarão se arriscando, nesse tin-tin, a ter os desejos invertidos.
Também há o risco de acidente se quem for dirigir estiver consumindo a bebida alcoólica... ou neste caso seria ao contrário? 

Três velas ou três lâmpadas acesas em um mesmo quarto são prenúncio de morte.
As três velas acesas aumentam os riscos de incêndio, as três lâmpadas aumentam o consumo de energia elétrica, e não tem quem aguente. 

Acender três cigarros com um mesmo palito de fósforo também significa perigo. É uma tradição de guerra. O primeiro cigarro aceso mostra o alvo ao inimigo, que mira no segundo e atira no terceiro.
Principalmente se o inimigo for o câncer e o alvo for a garganta ou o pulmão dos fumantes.


Aí estão algumas considerações que apenas confirmam que as superstições têm lá suas razões de ser. Mas, vamos mudar de assunto pois dizem que falar sobre essas coisas dá azar.

Um comentário:

  1. Pra mim, esse pensamento que gato preto da azar, não passa de preconceito! Existe preconceito contra todos... Contra pessoas, contra animais! Iso é ridículo e como o próprio nome já diz ''supertição''. Nada que seja real!

    ResponderExcluir

QUEM INTERESSAR POSSA. DEIXE SEU COMENTÁRIO:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...